Excelência no Canto Coral Infanto-Juvenil #CantoCoral

Somos uma Associação Cultural sem fins lucrativos, com a finalidade de formar crianças e jovens para a música e para a vida, promovendo experiências artísticas únicas e transformadoras.

Fundado na aconchegante cidade mineira de Itabirito, no ano de 1973, pelo maestro e compositor Pe. Francisco Xavier, o coral Canarinhos de Itabirito conta com 200 alunos, em sua maioria, oriundos de famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Nosso ninho está situado no berço histórico das Minas Gerais, em uma edificação tombada pelo patrimônio histórico, datada do ano de 1772.  Nossos alunos frequentam gratuitamente aulas de canto, instrumentos, musicalização e expressão corporal. Realizamos frequentes atividades de sensibilização em comunidades através de concertos, espetáculos e recitais.

Já percorremos 10 estados brasileiros, ocupando os mais diversos e importantes teatros e casas de espetáculo do Brasil. Apresentamo-nos ao lado de importantes orquestras, promovendo concertos, festivais e congressos e cumprindo uma agenda anual de inúmeras apresentações regionais e interestaduais.

canarinhos-sede

Coro Principal Canarinhos de Itabirito

Nossa trajetória fonográfica inclui, um álbum com hinos e canções de autoria de Pe. Francisco Xavier, dois DVD’s, sendo o primeiro, intitulado Viva Mozart gravado na ocasião do aniversário de 250 anos deste compositor e o outro, intitulado Paixão e Fé, ao vivo no Grande Teatro do Palácio das Artes de Belo Horizonte, em 2007. Em 2013, para celebrar o nosso aniversário de 40 anos, realizamos uma turnê com apresentações artísticas no Chile, onde lançarmos um CD com canções de autoria do fundador do projeto.

Padre Francisco Xavier Gomes

pe franscisco
Nascido na cidade de Cláudio Manoel, distrito de Mariana, Minas Gerais, em 05 de fevereiro de 1918. Ordenado padre, mudou-se para Itabirito em 21 de janeiro de 1967, para assumir a Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem. Em 1973, rememorando talvez seu passado no seminário – quando fora menino-cantor – fundou com o apoio da maestrina Maria José Michel, o Coral Canarinhos de Itabirito. Inicialmente, a instituição voltava-se aos bairros localizados próximos à Igreja em que era pároco e às escolas locais, constituída por meninos entre sete e dezessete anos.

Homem de fina cultura, compositor e arranjador, falava várias línguas e estudou no Conservatório Mineiro de Música, atual Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais. Sua maior pretensão era favorecer as crianças menos afortunadas, mostrando-lhes a universalidade da música e, através dela, valorizar o convívio familiar, incutir valores morais e éticos, além de socializar crianças, adultos e jovens.

Até sua precoce morte, em 16 de dezembro de 1981, Padre Xavier despendeu toda sua energia em fundar grupos musicais diversos, como o “Grupo de Flautas Doces Menestréis”, formado por membros dos Canarinhos de Itabirito, aos quais era ofertada a disciplina de Teoria Musical e Solfejo.

Segundo a musicista, professora, Liz Cândida Bastos, pianista e organista titular do Coral Canarinhos de Itabirito, grande amiga do Padre, “[…] com a criação do Coral Canarinhos de Itabirito, ele motivou a juventude e as crianças da época (1973), principalmente os meninos, a ingressarem na carreira musical, no conhecimento e apreciação da música, fazendo com que esses jovens descobrissem o próprio talento e o objetivo nobre na vida”.

Hélcio Rodrigues Pereira (Maestro dos Canarinhos de Itabirito de 1984 a 1999).

sede-do-coral A casa, que era utilizada antigamente para fins residenciais, é de um pavimento, com ruínas de senzala ao fundo. Ladeando a fachada, muro de fechamento em pedra. À esquerda, há grande portal em pedra lavrada, com data inscrita na verga abatida – 1772. A fachada apresenta uma porta em duas folhas, duas janelas de cada lado, todas com marco de cantaria em verga abatida. O telhado tem beiral em cimalha. Em sua parte interna, há vestígios de pintura – mural no cômodo posterior, pisos de tabuado corrido e forros de esteira.Possui evidência de construção em duas etapas: a primeira com saguão e quartel principal, corredor central e dois quartos; a segunda, com dois cômodos ao fundo e porão. O prédio tombado pelo Conselho Consultivo e Deliberativo Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico de Itabirito, hoje abriga todas as atividades administrativas, culturais e artísticas da Associação Cultural Coral Os Canarinhos de Itabirito, que no ano de 2013 recebeu do município a doação definitiva do imóvel histórico.

Somos movidos pela busca incessante do novo e a superação de nossos próprios limites. Seja na qualidade vocal, na inovação cênica ou no figurino coral, vivemos nossa tradição com os olhos no futuro.

Logo nos primeiros anos nos filiamos a Federação Nacional e Internacional “Pueri Cantores”, um movimento milenar de educação musical e cultivo a música sacra de origem europeia despertando o intercâmbio cultural e a ampliação de horizontes.Nascemos como um coral e hoje somos uma instituição reconhecida e consolidada, composta por sete grupos artísticos, escola de música, atendimento socioeducativos, com projetos desenvolvidos em parceria com a rede pública municipal e estadual, a iniciativa privada e demais mecanismos de financiamento cultural.

resultados Desenvolvemos atividades artísticas, culturais e sociais que acolhem, desde então, centenas de crianças, adolescentes e jovens que deixam por aqui o seu canto e a sua história.Não podemos deixar de destacar, entre todos esses, aqueles Canarinhos que escolheram a carreira musical, de maneira profissional, sendo atuantes no cenário nacional, como artistas, produtores ou gestores culturais.

Nosso maior patrimônio – as crianças e jovens que se tornam Canarinhos – se envolvem com o desempenho de uma agenda artística de apresentações e atividades, colocando em prática os ideais do nosso fundador, difundir a música sacra, erudita e popular, nos mais variados espaços onde os Canarinhos entoam seus cantos.

Orgulhamo-nos por manter em nossa instituição diversos Canarinhos, que iniciaram sua formação conosco, graduaram-se em música e hoje integram nossa equipe de professores e funcionários.

Após um longo período de adaptações e reformas, atualmente somos os mantenedores exclusivos do nosso ninho, onde estão abrigadas todas as nossas atividades, além da estrutura administrativa que garante a manutenção dos nossos projetos. O desafio é sempre a ampliação do nosso atendimento, na busca pela excelência nos resultados, formando ainda mais crianças e jovens, tanto para a vida artística musical, quanto na sua dimensão cidadã e humana.











Coral Infantil Pequenos Canarinhos



Criado em 2005, pelo maestro e professor Márcio Lima, o Coral Infantil Pequeninos Canarinhos tem o propósito de despertar o gosto musical em crianças, com idade entre 06 e 10 anos. O grupo é regido pelo professor Carlos Pedrosa, e a preparação vocal é de Rogério Francisco. Os cantores participam de aulas de musicalização, flauta doce e técnica vocal. Após um período de preparação, são convidados a ingressar no Coral Canarinhos Postulantes.



saiba mais






Coral Canarinhos Postulantes



Criado em 2008, pelo maestro e professor Guilherme Oliveira, o Postulantes surgiu da necessidade de preparar cantores para ingressar no coro principal. Com repertório focado no desenvolvimento dos alunos, o grupo é uma ponte entre os corais “Pequeninos” e “Canarinhos”. O grupo é regido pelo professor Filipe Pedrosa, com a preparação vocal de Rogério Francisco. Os cantores participam de aulas de musicalização, instrumento e técnica vocal. Após um período de preparação, são convidados a ingressar no coro principal.



saiba mais






Coro Principal Canarinhos de Itabirito



Criado em 1973, pelo Padre Francisco Xavier, o coro principal Canarinhos de Itabirito é o coro mais antigo da instituição. Composto por jovens músicos com idades entre 10 e 23 anos, todos os integrantes, além de cantar, também tocam pelo menos um instrumento musical e cumprem uma agenda anual de aproximadamente 80 apresentações regionais e interestaduais. O grupo é regido pelo maestro Eric Lana, com a preparação vocal de Thays Simões.



saiba mais






Coral Canarinhos em Cena



Criado em 2012, pelo maestro Éric Lana e pela professora Thays Simões, o EmCena se dedica a cantar, interpretar e atuar, explorando recursos vocais, instrumentais e visuais, criando espetáculos exclusivamente cênicos musicais. O grupo é o coro juvenil da Associação Cultural Coral Os Canarinhos de Itabirito tendo, como grande parte de seus integrantes, músicos formados pela Escola de Música dos Canarinhos de Itabirito.



saiba mais






Grupo de Flautas Doces Menestréis



Criado em 1979, por Padre Francisco Xavier Gomes, Flautas Doces Menestréis tem o intuito de musicalizar os cantores do Coral Canarinhos por meio da flauta doce. Com a morte do Padre Francisco Xavier, em 1981, o grupo esteve em inatividade por nove anos. Em 1990, o professor e maestro Márcio Lima retomou as atividades, formando um novo grupo com componentes dos Canarinhos de Itabirito. Em 2007, o maestro Éric Lana, com a assistência dos professores Carlos Pedrosa, Filipe Nolasco e Thays Simões, assumiu a direção do grupo. Em seu repertório, o grupo interpreta, além de arranjos, adaptações e transcrições para grupo de flautas, percussão, piano e arranjos vocais, valorizando a versatilidade de seus integrantes.






Camerata de Cordas Padre Francisco Xavier



Criada a partir de um Projeto aprovado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Itabirito, em 2005, a Camerata de Cordas Pe. Francisco Xavier tem a regência do professor Lucas Codorniz, licenciado em Música pela UFOP. Atualmente, composta por um violoncelo, duas violas e cinco violinos, o grupo ensaia na sede do coral e possui um repertório composto de música clássica.


Nesse tempo de existência, a camerata já realizou apresentações, como a participação no Circuito “VDL de Arte e Cultura”, no ano de 2008 e 2011. Todos os alunos da entidade podem participar deste projeto, que conta com o apoio da Lei de Incentivo à Cultura de Itabirito, sendo a empreendedora a maestrina Ana Maria Domingos Marinho Silva.






Camerata de violões



Criada em 2012 a partir das aulas de violão com a proposta de desenvolver a prática em conjunto do instrumento, a Camerata de Violões é regida pelo professor Carlos Pedrosa.


O grupo interpreta em seu repertório arranjos, adaptações e transcrições para grupos de violões, que vão do erudito ao popular.








#EQUIPE

A equipe de trabalho dos Canarinhos de Itabirito é composta, em sua maioria, por pessoas cuja ligação com o projeto está desde a infância. São alunos do ninho que hoje tornaram-se professores e maestros, são voluntários que se capacitaram por meio do projeto, pais e amigos de cantores e ex-cantores, formando assim uma enorme família carinhosamente chamada de Canarinhos Para Sempre.

Eric Lana

Diretor Artístico e Maestro do Coral Canarinhos de Itabirito e Canarinhos EmCena

Mestre em Educação pela Universidade Vale do Rio Verde UNINCOR, graduado em Música pela Universidade Federal de Ouro Preto UFOP, foi aluno bolsista da Fundação de Educação Artística (Belo Horizonte/MG). Estudou regência, canto, piano e flauta doce com vários professores do Brasil e do exterior. Trabalhou como professor substituto do Departamento de Música da UFOP e cantor contratado do Coral Lírico de Minas Gerais. Atualmente é Maestro Titular, Diretor Artístico e Coordenador Pedagógico e de Projetos da Associação Cultural Coral Canarinhos de Itabirito, vice presidente do Conselho Municipal de Cultura de Itabirito. Sua área de interesse e pesquisa está ligada a Música, Educação, História e Regência Coral.

Filipe Nolasco

Maestro dos Canarinhos Postulantes e professor de Flauta Doce

Mestre em Educação e graduado em música com ênfase em flauta doce pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) foi aluno bolsista da Fundação de Educação Artística (Belo Horizonte/MG) cursando musicalização, introdução à regência e harmonia e Flauta Doce. Exerce juntamente com o Éric Lana a direção e a coordenação do Núcleo de Projetos Culturais da ACCCI desde 2011, acumulando diversas experiências na gestão, captação e planejamento e projetos artísticos. Está à frente do Coral Canarinhos Postulantes e leciona Flauta Doce e Musicalização. Sua área de interesse e pesquisa está ligada a Música, Educação, Psicanálise e Subjetividade.

Carlos Pedrosa

Maestro dos Pequeninos Canarinhos e professor de Flauta Doce e Violão

Graduado em música pela UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais). Atualmente, na Associação Cultural Coral Canarinhos de Itabirito, leciona musicalização, flauta doce e violão, e é regente do Coral infantil Pequeninos Canarinhos e da Camerata de violões dos Canarinhos de Itabirito. Leciona violão e guitarra na Casa de Cultura Maestro Dungas, em Itabirito. É proprietário e Luthier responsável pela Escala Luthieria (empresa especializada em manutenção e reforma de instrumentos musicais de corda).

Thays Simões

Preparadora Vocal do Coral Canarinhos de Itabirito e Canarinhos EmCena

Doutoranda em Música pela UFMG, Mestre em Música Performance em canto pela Universidade de Aveiro (Portugal).Graduada em música pela UFOP. Atualmente é aluna de canto de Francisco Campos Neto. Participou de vários festivais de música tendo como professores de canto e flauta doce grandes nomes do Brasil e do exterior. Em Janeiro de 2014 foi aprovado em primeiro lugar no processo simplificado da Universidade Federal da Integração Latino Americana (UNILA) para lecionar Canto. Atua profissionalmente como preparadora vocal e diretora cênica do Coral Canarinhos de Itabirito e Canarinhos EmCena, leciona Flauta Doce II na UFMG.

Rogério Francisco

Preparador Vocal dos Canarinhos Postulantes e Pequeninos Canarinhos

Licenciado em música pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), é músico cantor efetivo do Coral Lírico de Minas Gerais, corpo artístico da Fundação Clóvis Salgado, Governo de Minas Gerais. É professor de técnica vocal para os coros de base da Associação Cultural Coral Canarinhos de Itabirito e performer freelance. Integra o grupo metropolitano mineiro Tenores in Concert. Estudou canto lírico e participou de concertos sinfônico corais, missas, oratórios e grandes óperas como Nabucco, Madama Butterfly entre outras. Cantou recentemente na reinauguração do Teatro Francisco Nunes e concerto de abertura da Sala Minas Gerais.

Paula Gallo

Professora de Musicalização e Flauta Doce

Aluna do curso de Música Licenciatura da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), onde estudou canto na classe da professora Patrícia Cardoso e Flauta Doce na classe dos professores Guilherme dos Anjos e Tereza Castro. Desde 2014 é bolsista do projeto Coral UFOP sob a orientação do Professor Doutor Edésio Lara de Melo, onde atua como Preparadora Vocal. Vem se especializando na área de canto e técnica vocal. É cantora do Coral Canarinhos de Itabirito desde 2004, onde atua também como solista. Atualmente trabalha na Associação Cultural Coral os Canarinhos de Itabirito, na Escola de música Equalizer (Itabirito) e no Coral UFOP (Ouro Preto).

Paulo Silveira

Professor de musicalização e Flauta Doce

 

Isabela Grossi

Professora de Violino

 

1973

Nasce o “Coral Canarinhos de Itabirito” na Matriz de Nossa Senhora da Boa Viagem, de Itabirito, MG. Pe. Francisco Xavier Gomes e a maestrina Maria José Michel Nascimento reuniram um grupo de 30 meninos. O primeiro concerto acontece no dia 23 de setembro, dentro das comemorações do aniversário da cidade.

1975

A maestrina Ana Maria Domingos Marinho Silva é convidada para auxiliar Maria José Michel na preparação vocal das crianças e também na regência.

1976

Filia-se à Federação Nacional de Meninos Cantores do Brasil e à Federação Internacional Pueri Cantores.

1979

É fundado o Grupo de Flautas “Doces Menestréis”.

1980

O coral participa do IV Congresso Nacional de Meninos Cantores, em Divinópolis, MG, estreando com êxito cantando “A Banda” de Chico Buarque com arranjo original feito pelo Padre Francisco.

1981

O coral sofre sua mais profunda perda. Em dezembro falece Pe. Francisco Xavier Gomes emocionados os cantores cantam a canção “O sabiá”, de sua autoria.

1982

Assume a regência do coro, o maestro Márcio Miranda Pontes.

1984

O maestro Hélcio Rodrigues Pereira assume a regência do coro.

1989

Os Canarinhos participam do VII Congresso Nacional dos Meninos Cantores em Nova Hamburgo, RS.

1995

A Prefeitura Municipal de Itabirito cede ao coral em comodato, o prédio do antigo museu do ferro do século XVIII tombado pelo patrimônio.

1996

Os Canarinhos viajam para o nordeste em Recife (PE), no IV Brasil Canta.

1999

Assume a regência do coro, o Maestro Márcio Lima de Carvalho Souza.

2003

O maestro Eric Vinicius de Aguiar Lana assume a regência do coro. Forma-se dentro do Coral O Quarteto Sons da Terra.

2005

A prefeitura aprova através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, a criação de uma Orquestra de Câmara. É criado, pelo maestro e professor Márcio Lima, o Coral Infantil Pequeninos Canarinhos.

2008

Através do projeto aprovado pela Lei Estadual de Incentivo a Cultura do Estado de Minas Gerais, o Coral Canarinhos realizou a turnê comemorativa dos 35 anos de fundação. “Muitas histórias para cantar” passou por diversas regiões de Minas Gerais, perfazendo um total de oito cidades, que fizeram parte das comemorações dos 35 anos do grupo. É criado pelo maestro e professor Guilherme Oliveira, o coral Canarinhos Postulantes.

2006

Iniciam-se, na sede do coral, as aulas de Violino, Viola e Violoncelo para os cantores do coral, com o objetivo de formar dentro do coral a sua própria Camerata de Cordas. O grupo realizou através da Mostra da Música de Itabirito, o espetáculo Viva Mozart, onde o coral homenageou o grande gênio da música, Wolfgang Amadeus Mozart.

2007

Lançamento de dois DVD’s do grupo, sendo um deles gravado ao vivo no Grande Teatro do Palácio das Artes, comemorando os 34 anos de fundação da entidade.

2009

O Coral Canarinhos de Itabirito passa-se a chamar Associação Cultural Coral Os Canarinhos de Itabirito, dando continuidade aos projetos e grupos.

2010

O Coral Canarinhos de Itabirito participou do XIV Congresso Nacional da Federação Nacional dos Meninos Cantores do Brasil na cidade de Xaxim, em Santa Catarina (SC).

2011

O Coral Canarinhos participou do 1º Festival Juvenil de Corais de Riversul – SP, e seis meses depois participou do Festival Internacional Unicanto de Corais em Londrina (PR).

2012

É fundado pelo Maestro Éric Lana e pela professora Thays Simões, o coral Canarinhos EmCena. A partir das aulas de violão desenvolvidas na sede, é criada pelo professor Carlos Pedrosa, a Camerata de Violões.

2013

A prefeitura Municipal de Itabirito faz a doação definitiva da sede do coral. O CD “A música de Pe. Xavier” é gravado e lançado nesse mesmo ano. O grupo realiza uma turnê pelo Chile, em comemoração aos seus 40 anos.

2014

O Coral Canarinhos de Itabirito participa do Congresso da Federação dos Meninos Cantores do Brasil na cidade de Campo Largo, (PR). Através do projeto patrocinado pela Gerdau por meio da Lei Estadual de Incentivo a Cultura do Estado de Minas Gerais, o Coral Canarinhos realizou a turnê denominada “Mais que nunca é preciso cantar” que passou por diversas regiões de Minas Gerais, perfazendo um total de dez cidades.

2015

O Coral Canarinhos de Itabirito participa do Congresso da Federação dos Meninos Cantores do Brasil na cidade de Petrópolis, (RJ). Através do projeto patrocinado pela Gerdau por meio da Lei Estadual de Incentivo a Cultura do Estado de Minas Gerais, o Coral Canarinhos realizou a turnê denominada “Canções do Novo Mundo” que passou por diversas regiões de Minas Gerais, perfazendo um total de treze cidades.    

#Apoio